Operários recebem descarga elétrica em Mozarlândia.

O fato ocorreu no último dia 03/10/2014 mais só foi divulgado pela Policia Militar no dia 06/10/2014 onde em patrulhamento a equipe do CPE da 45ª CIPM foi abordada por vários operários pedindo socorro.

Segundo informações da própria Polícia o mestre de obra disse que dois dos operários havia recebido uma forte descarga elétrica e se encontrava dentro da área em construção.

Os Policias rapidamente aplicaram os procedimentos de primeiros socorros em tentativa de reanimação das vitimais, que após bastante trabalho a vítima foi reanimada.

O acidente ocorreu em uma obra na Avenida Presidente Getúlio Vagas no centro da cidade.

As vítimas foram levadas para o hospital Municipal da cidade.

A falta de fiscalização e descumprimento de normas de segurança nesse setor, faz com que a construção civil, segundos dados da previdência social, ser o segundo maior setor em índices de morte por acidente do trabalho no Brasil.

Mais em nosso Município não existe uma fiscalização onde resguarde a integridade física dos operários e nem a presença de Técnicos de Segurança nos canteiros de obras, pois são muito comuns ver operários sem qualquer tipo de equipamento de segurança.

Como é possível observar na imagem acima, os operarios não tem qualquer tipo de proteção individual como Botas, Protetores auditivos e capacetes apropriados para construção civil.

Fonte: Foto (Site Polícia Militar – http://www.pm.go.gov.br/Portal1/index.php?link=2&idc=83210&idt=2)

Quadrilha é presa na cidade Mozarlândia – Goiás

Os Policiais Militares de Mozarlândia fizeram apreensão de quatro homens nessa terça feira (02/10/2014) por votla das 15 hr, em um patrulhamento pela avenida Rio Verde no Setor Jaçanã em Mozarlândia – Goiás.

Segundo informações, dois deles estavam em uma moto (Placa JUX 8122) de Castanha – PA, percebendo a presença dos polícias os mesmo abandonaram o veículo e entrando em uma residência, rapidamente a equipe da Polícia realizaram a abordagem onde foram encontrados mais quatro homens e também cinco celulares, dois revólveres (um calibre 32 e o outro 38) e uma moto roubada com placa de Nova Críxas.

Os suspeitos confessarão ser os autores de vários roubos e furtos na cidade de Mozarlândia e Araguapaz, sendo o último a uma guichê de empresa de transporte de pessoas intermunicipal na rodoviária da cidade de Mozarlândia.

Os suspeitos foram autuados por formação de quadrilha, porte de armas de fogo e assalto a mão armada e corrupção de menor e estão presos na delegacia da cidade.

Diogo Júnior Souto dos Anjo (18 anos), Micael Jesse da Silva Pereira (19 anos), Matheus Ramos de Oliveira (19 anos), ambos com passagens nos art. 157 e ameaça, Caíque Ramos Miranda (19 anos) com passagem art. 28 (Usuário de drogas), João Rafael Alves de Jesus (19 anos) e Danilo Fernando Ferreira de Souza .

Conteúdo enviado por WhatsApp para nossa redação (Fotos/Texto).

Dois homens são presos com carnes de peixes, antas e jacarés, em Goiás

Produto estava em caminhonete na GO-164, entre Araguapaz e Faina.
Segundo a PM, com os suspeitos também foram apreendidos dois rifles.

Dois homens, de 41 e 49 anos, foram presos na GO-164, entre Araguapaz e Faina, no noroeste de Goiás, com 12 quilos de peixes, três jacarés que somavam 30 quilos, além de mais de cinco quilos de carne de anta e de cateto, mamífero também conhecido como caititu. A prisão aconteceu na madrugada deste domingo (21), no km 604 da rodovia.

De acordo com informações da Polícia Militar, a dupla também portava dois rifles. Todo o material estava em uma caminhonete Ford Ranger com placa de Goiânia. As carnes foram apreendidas e os suspeitos encaminhados à delegacia.

Em março do ano passado o governo de Goiás sancionou uma lei que estabelece a “cota zero” para o transporte de qualquer quantidade de peixe em todo o estado durante três anos. A medida vai ser alvo de estudo e, dependendo do resultado, pode ser prorrogada.

 

Fonte: g1.com.br

MP oferece denúncia contra 24 pessoas por linchamento ocorrido em Nova Crixás

O promotor de Justiça Alencar José Vital ofereceu denúncia contra 24 pessoas (23 homens e 1 mulher) pelo envolvimento na morte de Isaías dos Santos Novais. Os crimes ocorreram no dia 5 de abril, no Hospital Municipal de Nova Crixás, quando a vítima foi morta por socos, murros, pontapés e golpes de marreta. A causa da morte foi traumatismo craniano.

O promotor também propôs a instauração do procedimento para aplicação de medida socioeducativa contra quatro adolescentes envolvidos no linchamento.

Conforme detalhado na ação, Isaías Novais, apelidado de Boga, foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e levado para a delegacia. Naquele local, populares já se aglomeravam, revoltados com o fato, já que o acusado era conhecido na cidade pela prática de outros crimes, inclusive por outros dois estupros.

Contudo, ao ser transferido para o hospital para exames médicos, uma multidão invadiu a unidade de saúde e espancou brutalmente a vítima até a morte. Segundo apurado, após matarem Isaías, seu corpo ainda foi arrastado para a rua, onde várias pessoas comemoravam com gritos, enquanto outros chutavam o cadáver.

Nessa ocasião, um dos agressores enfiou uma faca no abdômen da vítima, que ficou cravada no corpo.

Denunciados 
Foram denunciados individualmente:

1. Adão José de Monte – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
2. Agnaldo Rodrigues da Silva – vilipendiar cadáver, arrebatamento de preso, instigar e incitar a multidão a cometer crime
3. Alex Júnior Oliveira Santos de Sousa – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
4. Alicio Cavilha – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
5. Aurélio Marcos Alves dos Reis – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
6. Bruno Fernandes de Abreu – homicídio, arrebatamento de preso e por vilipendiar cadáver
7. Carlito Cesar Nascimento Júnior – causar prejuízo ao patrimônio público e instigar a multidão
8. Célio Bento de Oliveira – incitar a multidão
9. Flaviane Loubach de Oliveira – instigar a multidão
10. Francisco Benedito Neto – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
11. Humberto Junio dos Santos Teixeira – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por instigar a multidão
12. Italo Henrique Liberal Costa – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por instigar a multidão
13. Jactã Antônio Cesar Batista Monteiro – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
14. Jair Balduíno Delfino – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
15. Jota Júnior Gonçalves Conceição – homicídio, arrebatamento de preso e por incitar a multidão
16. Jucimar Pereira da Silva – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
17. Ladion Alves de Souza – homicídio e arrebatamento de preso
18. Lemuel Rodrigues Soares Júnior – tentativa de homicídio e arrebatamento de preso
19. Núbio Júnior de Faria – homicídio
20. Pedro Soares de Lima – homicídio
21. Rodrigo Souza Ferreira – tentativa de homicídio e por instigar a multidão
22. Rogério Rodrigues Caetano – tentativa de homicídio, arrebatamento de preso e por vilipendiar cadáver
24. Dino Neris de Carvalho – vilipendiar cadáver.

(Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

 

Frigoríficos burlam peso de animais, afirma Yano

O presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Ricardo Yano, fez pesadas críticas, ontem, ao comportamento dos frigoríficos que estariam subtraindo dos produtores na pesagem dos animais. A acusação de Yano ocorreu durante a instalação oficial da Goiás Genética, em sua quarta versão, no auditório Augusto Gontijo, do Parque Agropecuário de Goiânia.

Segundo ele, os criadores investem em tecnologia, em genética e em outros setores, obtêm um animal melhorado, mas sofrem os prejuízos econômicos na hora da pesagem. “Pode estar indo para o ralo um real ou mais por arroba na hora da pesagem dos animais”, apontou Ricardo Yano, recomendando ao pecuarista pesar o gado na fazenda antes de encaminhar para o abate nos frigoríficos.

O presidente da SGPA ressaltou a importância da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) em redirecionar o crédito do Fundo Constitucional da Região Centro-Oeste (FCO) para investimentos em pesquisas tecnológicas. Discorreu sobre o desfrute e a consequente obtenção de mais arroba numa mesma área de pasto e da crescente busca de eficiência dos produtores.

Mas lamentou que “essa alegria se frustre em grande parte na balança dos frigoríficos”, que não premiam o melhoramento genético nem o maior rendimento de carcaça dos animais.

Queixas

O presidente do Sindicarne, José Magno Pato, reconhece que diariamente existem queixas com relação aos preços, exigências e pesagem dos frigoríficos. “É uma briga de mercado, mas a prova cabe a quem acusa”, diz ele. Pato avisa que o sindicato vai analisar a denúncia e punir os frigoríficos, caso seja encontrada alguma irregularidade e que, comprovada a irregularidade, tem autonomia para adotar medidas punitivas.

Pese Bem

Para melhorar a relação de confiança entre pecuarista e produtor, a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) criou o programa PeseBem. Balanças são instaladas na linha de abate para fazer aferição do peso dos animais abatidos nos frigoríficos (que aderem a essa parceria em Goiás).

Estas balanças estão disponíveis atualmente em nove frigoríficos: Marfrig (Mineiros e Rio Verde); JBS (Goiânia, Mozarlândia, Anápolis, Senador Canedo); Minerva (Palmeiras de Goiás); Plena (Porangatu) e Mataboi (Santa Fé de Goiás). Outros dois, em Goianira e Hidrolândia, aguardam implantação do serviço.

O presidente da Comissão de Pecuária de Corte da Federação da Agricultura de Goiás (Faeg), Mauricio Velloso, diz que entre 2003, quando o programa, criado em 2002, iniciou o processo de pesagens, até o ano passado, as balanças do sistema pesaram mais de 6,3 milhões de cabeças. Em 2013 foram pesadas 714 mil cabeças.

Segundo Velloso, o sistema é ferramenta segura e fidedigna de aferição da balança do frigorífico. “O produtor tem essa ferramenta, mas o instrumento é subutilizado. Foi uma conquista da classe depois de embates muito duros com os frigoríficos. O produtor prefere reclamar do peso e ainda resiste a pagar uma fração ínfima de seu boi, de R$ 1,48 por cabeça pesada e conferida”, pontua.

Ainda de acordo com Velloso, na criação do programa foram identificados problemas graves na pesagem de algumas plantas, mas que a própria decisão do frigorífico de aceitar o PeseBem, significa que essa planta está disposta a ter sua balança fiscalizada por uma balança independente e que está disposta a respeitar o peso real. (Com redação)

Evento discute melhoramento genético

Por meio de programas de melhoramento genético é possível também obter melhoria da fertilidade do rebanho; aumentar os índices de ganho de peso; diminuir o intervalo entre gerações e produz animais prontos para abate mais jovens. Estes e outros temas foram assunto da abertura da Goiás Genética 2014, ontem, no Parque de Exposições Pedro Ludovico, em Goiânia.

Para Clarismino Júnior, presidente da Associação Goiana de Criadores de Zebu (AGCZ), que organiza o evento, o desafio atual dos produtores é produzir mais, com mais qualidade e ocupando um menor espaço de terra.

“Discutir o melhoramento genético é importantíssimo. A atividade de inseminação artificial teve crescimento de 9,6% nas atividades de pecuária de leite e 3% na de pecuária de corte se comparamos 2012/2013”, afirma o gerente de assuntos técnicos e econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Edson Alves Novaes.

Secretário de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro), Antônio Flávio Camilo de Lima ressaltou a necessidade de evoluir, cada vez mais, em tecnologia e produtividade.

Fonte (Texto/Foto): www.ohoje.com.br

Ladrões sequestram gerente e roubam agência em São Miguel do Araguaia

Uma agência do Banco do Brasil de São Miguel do Araguaia, próximo à fronteira com o Tocantins, foi assaltada na manhã desta quarta-feira (3). Segundo informações preliminares, um dos gerentes da agência foi sequestrado na residência onde mora e levado até o banco. Não houve feridos durante a ação.

A Polícia Civil (PC) e a Polícia Militar (PM) foram acionadas pelo alarme disparado, mas ao chegarem ao local, os autores haviam fugido. Ainda não se tem informações da quantia levada.

A Polícia rodoviária e das principais cidades de Goiás e de Tocantins já foram alertadas. A equipe do O Hoje entrou em contato com a PC do município, mas não conseguiu retorno.

Maior ladrão de carro entre os estados e Goiás e Minas é preso em Mozarlândia.

O ladrão foi preso na noite de ontem (23/08/2014) na cidade de Mozarlândia em um veículo HB20 placa OMN 0521, sendo abordado pela equipe da CPE de Mozarlândia, o mesmo apresentou uma documentação, que após verificada a equipe da policia foi informada pelo serviço de inteligência da Polícia, que o mesmo estaria praticando fundo na região.

Após a prisão em flagrante, foi descoberto que seu nome verdadeiro é WEBER RODRIGUES PARREIRA, apelidado de Tupete, onde já havia sido expedido um mandado de prisão no artigo 157.


Matéria/Foto enviada pelo Whatsapp por Ana Paula.

Polícia Civil: Presa suspeita de estuprar menina de quatro anos em Mozarlândia

A Polícia Civil de Mozarlândia, no noroeste goiano, prendeu, no dia 21 de agosto, Arlete Souza Rocha, de 39 anos. Ela é suspeita de praticar o crime de estupro de vulnerável contra uma criança de apenas quatro anos de idade, filha de uma amiga.

De acordo com as investigações, Arlete tinha o costume de dormir na casa da menina, onde aconteceu o crime, em junho passado. Depois da violência, a suspeita fugiu para destino incerto. Segundo o delegado Arthur Curado Fleury, a mãe procurou a delegacia depois de notar sangue da criança em uma almofada.


A prática de atos libidinosos foi confirmada pela criança, que teve rompimento de hímen comprovado por exames médicos. Após expedição de mandado de prisão temporária, a suspeita foi presa em Aruanã, menos de 100 quilômetros de distância de Mozarlândia. Ela nega o fato, mas não resistiu à ação policial.

A diligência da Polícia Civil de Mozarlândia/Araguapaz teve o apoio da Delegacia de Aruanã. O delegado Fleury parabeniza a atuação dos policiais civis Alex Sandro Mendes, Allyson Lula, Gilmar Santana, Karla Pacheco, Flamarion Marques e José Dias.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil / Mozarlândia

Facebook
Facebook
Google+
http://agitamozar.net/category/policial/page/11
Instagram
Whatsapp
www.000webhost.com