Liminar obriga celg de Mozarlândia e Araguapaz a rever valores cobrados de energia.

Segundo informações, o Juiz da Comarca de Mozarlândia, expediu um liminar obrigado a Empresa Celg à rever, parcelar e a suspender qualquer corte de fornecimento de energia nos municípios de Mozarlândia e Araguapaz.

A empresa também será obrigada a devolver os valores pagamos, que foram emitidos nas faturas dos seus clientes.

Esse problema foi gerado devido a não realização das leituras corretas, entre os períodos de setembro/14 a janeiro/15,  assim muitos dos valores cobrados foram feitos através de média, com isso, após regularização do serviço de leitura, alguns consumidores tiveram algumas surpresas em relação aos valores.

Fonte: Programa Rádio Lider

Liminar determina medidas para destinação de resíduos sólidos em Mozarlândia

Acatando parcialmente pedido feito pelo promotor de Justiça Paulo Parizotto em ação movida contra o município de Mozarlândia, o juiz Antenor Capua determinou uma série de medidas visando à regularização da destinação de resíduos sólidos, conforme define a legislação ambiental.

A decisão manda que a administração municipal exija de todas as empresas geradoras de resíduos sólidos instaladas em seu território, como condição de seu licenciamento ambiental ou na sua renovação, a elaboração do plano de gerenciamento de resíduos sólidos. Esse plano deverá contemplar ações de caráter social para garantir a sustentabilidade de catadores de materiais recicláveis.

Deverá ser providenciada, no prazo de 30 dias, proposta de lei para criação de cargo de gestor em resíduos sólidos ou técnico ambiental para ser responsável pela implantação da Política Resíduos Sólidos e de Saneamento do município.

Aterro
A liminar fixou em 60 dias o prazo para apresentação da licença prévia do aterro sanitário de Mozarlândia na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos de Goiás (Secima) e de 90 dias para o cronograma de execução das etapas de elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico. Foram estabelecidos também os prazos de 120 dias para apresentação da licença de instalação do aterro à Secima e de 180 dias para regularização da área indicada para implantação do aterro. Após 30 dias da regularização da área, o município deverá iniciar as obras de construção do aterro sanitário simplificado.

Educação ambiental
Consta da decisão ainda, conforme pedido do MP, a implantação de programa de educação ambiental formal e não formal. No caso da educação formal, esta deverá ter início imediato e a não formal, de acordo com o Plano Municipal de Saneamento Básico.

Coleta Seletiva
Será obrigatória também a implantação do programa de coleta seletiva em todo o município, conforme definido no Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos no Ministério do Meio Ambiente.
Para a implantação deste programa, deve ser nomeado um servidor responsável, de preferência o gestor de resíduos ou gestor ambiental. O programa de coleta seletiva deverá ter, prioritariamente, a participação de cooperativas ou outras formas de associação de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis formadas por pessoas de baixa renda. (Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Foto: arquivo)

Fonte: http://www.mpgo.mp.br/

Lixo toma conta das margens do córrego Barreirinho em Mozarlândia.

Quem vai para zona rural no sentido do logo Municipal de Mozarlândia, se assusta com o volume de lixos espalhados a margens do manancial do córrego Barreirinho. São pneus, restos mortais de animais, papelão, plásticos, tambores e restos de materiais de construção.

Isso demonstra a falta de fiscalização e de respeito dos poderes legislativo e executivo em relação ao meio ambiente, onde apenas uma das poucas ações que estão sendo realizadas e o chamado projeto ser natureza, criado e coordenado pelo Ministério Público, que tem as participações do poder legislativo, executivo, empresas privadas e órgão estaduais.

Homem é morto com tiro na cabeça em frente de sua casa em Mozarlândia.

Hoje (03/02/2015) por volta das 15hrs Wanderson Rafael Faleiro de Souza de 26 anos, foi assassinato com um tiro na cabeça por dois homens (não identificado) que estavam em uma motocicleta preta. Segundo informações, o crime aconteceu na rua Bernado Sayão próximo ao fórum da cidade. A vítima chegou a ser socorrida, mais não resistiu.

Até o momento não sebe a motivação do crime.

Wanderson era pai de uma menina.

Somente essa semana já aconteceu dois homicídios na cidade e a população está preocupada e apreensiva com tantos crimes na cidade.

Homem é atropelado por veículo próximo ao setor Nova Mozarlândia

Mais uma vítima de atropelamento na principal avenida que liga o trevo ao centro da cidade de Mozarlândia. O acidente ocorreu hoje (02/02/2015) por volta das 19hrs. Dessa vez a vítima foi um senhor de aproximadamente 40 anos (nome não identificado) que estava atravessando a avenida de bicicleta, quando um Polo cinza de placa não identificada, veio em alta velocidade atingindo o senhor.

Na foto enviada pelo aplicativo Whatsapp é possível ver a violência da batida, que deixou o vidro do para-brisa do lado do condutor totalmente estilhaçado.

Segundo informações o senhor foi atendido no hospital da cidade e encaminhado para Goiânia.

A população dos três setores se pergunta, quando os governantes (vereadores e prefeito) vão parar de se preocupar com mídia e publicidade e tomar ações que dê segurança à população que mora nos setores Nova Mozarlândia ( I e II) e setor Jaçanã, que todos os dias transitam por essa avenida da morte.

Editado em: 02/02/2015 – 23:47hr

TRT18: Juízes recém-empossados conhecem sistema de produção do Frigorífico JBS

Seis novos magistrados que tomaram posse na 18ª Região conheceram no dia 9 de janeiro o sistema de produção de uma das unidades da JBS, empresa que atua no processamento de carne bovina no Brasil. A unidade visitada fica na saída para Inhumas, na região norte de Goiânia. A visita foi acompanhada pelo diretor pedagógico da Escola Judicial do TRT, juiz Luciano Crispim e pelo diretor da Amatra 18, Daniel Branquinho.

Na empresa, os magistrados foram recebidos pelo gerente da unidade, Gerson Balena, e pela diretora jurídica da JBS, Renata Quartim. Eles assistiram a um vídeo e a uma palestra que explicavam o sistema de processamento da carne bovina daquela unidade, que hoje é exportada para 25 países. Em seguida a equipe do TRT visitou os setores de abate, desossa, embalagem e expedição da carne.

2015_01_09_Friboi (19)A visita faz parte do módulo regional do Programa de Formação Inicial dos novos magistrados aprovados no XIV Concurso público para provimentos de cargo de juiz do trabalho substituto realizado pelo TRT em 2014. Segundo explicou o diretor da Escola Judicial, Luciano Crispim, a ideia é que o juiz conheça os diversos modos de produção e as atividades executadas pelos empregados de grandes corporações. “Esse conhecimento “in loco” facilita o trabalho do magistrado na hora de instruir o processo”, explicou o diretor.

2015_01_09_Friboi (22)A unidade visitada conta com 942 trabalhadores e é uma das fábricas mais antigas do Brasil. O volume de abate alcança 1050 animais/dia e a capacidade de desossa é de três mil peças/dia. Os empregados têm jornada de 8 horas e 48 minutos de segunda a sexta-feira. A fábrica é fechada aos sábados.

Segundo o gerente da unidade, Gerson Balena, o frigorífico desenvolve um programa para redução de acidentes e trabalha com o conceito de carne saudável que preza o bem-estar animal. Ele explica que embora a empresa tenha investido na automatização de tarefas que demandavam alto esforço físico, a atividade de processamento de carne ainda depende quase que exclusivamente do trabalho humano e, por isso, o foco no bem-estar dos empregados é fundamental para a boa qualidade dos produtos.

2015_01_09_Friboi (20)Para o juiz Rafael Fabri, a visita foi importante para a formação dos novos magistrados, que puderam conhecer de perto o ambiente laboral e as condições de trabalho dos empregados do frigorífico. “Nossa responsabilidade aumenta à medida em que tomamos conhecimento do dia a dia desses trabalhadores que entregam a sua força de trabalho para o sistema produtivo do nosso país”, concluiu.
A JBS é a maior companhia de exportação de proteína animal do mundo. Ela atua na área de alimentos, couros, produtos para higiene e limpeza, colágeno, latas e biodiesel. No estado de Goiás, a empresa ainda tem unidades de abate em Anápolis, Senador Canedo e Mozarlândia. A unidade de Goiânia, que emprega 803 trabalhadores, realiza 1.160 abates por dia.

Fonte: www.trt18.jus.br

Crianças de Mozarlândia acompanham sessão do Tribunal do Júri

Na terça-feira (2), alunos e professores da 3ª série do Colégio Sistema Morais e Pinho, da cidade de Mozarlândia, compareceram ao fórum da comarca.

Eles foram acompanhar sessão de julgamento no Tribunal do Júri, presidida pelo diretor do foro, juiz Antenor da Silva Capua. (Centro de Comunicação Social do TJGO)

 

Fonte (Texto/Foto): http://www.tjgo.jus.br/

Facebook
Facebook
Google+
http://agitamozar.net/category/justica/page/3
Instagram
Whatsapp
www.000webhost.com