Dados oficiais das Polícias Civil e Militar, divulgados hoje pelo jornal O Popular, mostram que foram assassinadas 28 pessoas em 7 dias na região metropolitana de Goiânia. Todas as 28 vítimas eram homens e a maioria foi morta a tiros. Dois latrocínios foram registrados.

Este mês de dezembro tem tudo para ser o mais violento da história de Goiás. Os índices em Goiás, em vez de apresentarem alguma melhora, só indicam piora. A Secretaria de Segurança Pública e o governador Marconi Perillo (PSDB) tentam passar a ideia de normalidade, como se a violência descontrolada em Goiás fosse um “fato da natureza”.

A população, além de ter cada vez mais medo, ainda tem de conviver com seguidas promessas que não são cumpridas. A última feita por Perillo é de que os aprovados no último concurso da PM serão convocados até novembro. A conferir, já que a Procuradoria-Geral do Estado já até protocolou recurso na Justiça contra a decisão que obriga o estado a realizar o chamamento.

Fonte (texto): http://goiasreal.com.br

Foto (foto): Divulgação