A torcida do Grêmio não precisa ficar preocupada com a 11ª colocação do Campeonato Gaúcho, após cinco rodadas, com quatro derrotas e um empate. Quem garante que o Tricolor irá classificar é o técnico Renato Portaluppi, que também lamentou a falta de ritmo ao comentar a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, na noite deste sábado, na Arena.

“Vimos algumas coisas boas e outras ruins, mas esse é um papo para ter com o grupo. Fizemos um bom primeiro tempo, criamos as melhores oportunidades e depois sentimos, como tinha falado na sexta-feira, o que é normal. Pegamos adversários com ritmo de jogo, com o Grêmio tendo que correr atrás da vitória e precisar correr atrás com um gol aos três minutos do segundo tempo dificulta as coisas. Teve muita coisa que gostei por ser o primeiro jogo. Lógico, o resultado não foi bom. Quem está na frente que aproveite, pois tem sete vagas, porque uma vaga é do Grêmio. Estou bancando o Grêmio entre os oito. Daqui um pouco cada um vai para o seu lugar”, afirmou o treinador.

Renato não quis fazer projeções sobre os seis jogos que faltam. O planejamento é trabalhar para melhorar o ritmo, o entrosamento e fazer a equipe tricampeã da Libertadores voltar a ter o rendimento de 2017. “O objetivo é o mesmo, não importa o lugar que o Grêmio vai chegar, pois ele vai classificar. Precisamos buscar a classificação e vamos pensar jogo a jogo. O próximo é contra o Brasil. Não adianta pensar em mais nada”, declarou.

Ao ser questionado quais os pontos positivos da equipe, mesmo com a derrota, o técnico optou não expor os atletas que voltaram aos trabalhos há 16 dias. “Não adianta falar só das coisas boas, pois daqui um pouco eu não cito A ou B e vão interpretar que não foram bem. Gostei enquanto os jogadores tiveram um preparo de igual para igual. Mesmo com uma posse de bola muito grande, não conseguimos fazer com que as jogadas se tornassem gols. Gostei, mas temos muito o que evoluir. Com essa equipe, vamos evoluir lá pelo quarto ou quinto jogo. Sabemos que o ritmo de jogo é muito importante”, enfatizou o comandante.

Os jogadores que atuaram neste sábado à noite terão o domingo de folga. Os reservas e aqueles que entraram no decorrer da partida farão um jogo-treino às 10h no Centro de Treinamentos Luiz Carvalho. Os 11 titulares voltam aos trabalhos na segunda-feira, às 16h. O próximo compromisso é contra o Brasil de Pelotas, novamente na Arena, na quarta-feira, às 21h45min.

Fonte: R7