O município de Britânia, a 337 km de Goiânia, e região vão receber nos dias 11 e 12 de março o projeto Arte no Vale do Araguaia, com programação gratuita de oficinas de artes visuais, cinema e cenografia. O objetivo é oferecer diferentes experiências culturais em localidades mais distantes dos grandes centros, onde geralmente se concentram as atrações artísticas. As atividades serão concentradas no Museu de Arte de Britânia e estarão abertas também à comunidade, além de alunos e professores. As inscrições começam hoje e vão até 7 de março. Idealizado pela produtora cultural Malu da Cunha, com apoio da Lei Goyazes e Prefeitura de Britânia.

A proposta é realizar atividades artísticas que permitam conhecer fazeres culturais e possibilitem experimentações no campo das artes, através de práticas artísticas, dentre elas, as oficinas de arte e exposição. Nas cidades do interior, as apreciações artísticas ficam em sua maioria restritas aos festejos populares, limitando o conhecimento estético de crianças, adultos e jovens. No programa, foram incluídas cidades Itapirapuã, Jussara, Matrinchã, Montes Claros de Goiás, Mozarlândia e Santa Fé de Goiás.

Essas cidades serão convidadas oficialmente pelo museu para integrarem a programação do projeto e realizar intercâmbio, utilizando para isso a distribuição de panfletos e cartazes nos municípios convidados. As cidades poderão trazer seus professores e alunos, com agendamento prévio, para participarem das atividades de oficinas e visitas ao museu, agendadas antecipadamente. As oficinas foram divididas em dois blocos.

Oficinas

Para os professores, preferencialmente da rede pública e que atuem em todas as áreas, as oficinas incluirão informações sobre obras de artistas nacionais, encontro com os artistas ministrantes das oficinas, com críticos de arte e a utilização de imagens projetadas em data show. O principal objetivo é abrir espaço para discussão e reflexão da arte contemporânea, apresentando seus procedimentos, desafios e rupturas.

Os orientadores convidados foram o jornalista e crítico de arte Enock Sacramento; o professor de desenho da Universidad Tecnológica Metropolitana del Estado de Chile (Chile) Mário Quiroz; a curadora e membro da União dos Escritores de Havana Darys;  o diretor do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro e- Mestre em Artes Visuais pela Unicamp, Antônio da Mata, e os o artistas plásticosYunior Acosta (Cuba), Rámon Cáceres (Paraguai), Marilda Passos (São Paulo) e G.Fogaça e Waldomiro de Deus (ambos de Goiás).

Na área de cinema e cenografia, os orientadores convidados foram a cineasta Cássia Queiroz, que é documentarista, produtora, diretora de cinema e vídeo, e membro da Associação Brasileira de Documentaristas de Goiás (ABD/GO) e também membro da Diretoria da  Associação de Cinema Independente (Acine-GO). E ainda o cenógrafo e artista plástico, Fernando Ekman, que foi diretor de arte das novelas Metamorphoses e Casa Blanca, na TV Record, e Dance Dance Dance e Água na Boca, na TV Bandeirantes. Cenógrafo do Reality Show da Rede Globo The Ultimate Fighter Brasil – Em Busca de Campeões e FOX Brasil.

Já para os alunos da rede municipal e estadual, as oficias serão realizadas de forma integrada com apresentação do Museu de Arte de Britânia orientada por quatro monitores, alunos do ensino médio de escolas públicas que passaram pelo curso de formação. Ao chegarem ao museu, os alunos e visitantes serão convidados a caminhar entre as obras expostas na mostra coletiva dos artistas Waldomiro de Deus, G. Fogaça, Marilda Passos, Altina Felício e o chileno Mário Quiroz, com data de abertura para o dia 11 de março.

Ao longo do passeio, o público entrará em contato com aspectos relativos a biografia e questões estéticas das obras desses artistas. e farão a leitura das obras que integram a exposição, observando os aspectos formais, temáticos e contextuais das obras. Esse contato incita o olhar e o diálogo entre o grupo. Os organizadores informam que as prefeituras ficarão responsáveis pelo transporte dos alunos e dos professores de cada cidade, respectivamente. Ao final, será lançado catálogo da exposição com 60 páginas para distribuição gratuita para a população. Informações: (62) 3383-1461.

 

Fonte (Texto/Foto): http://www.ohoje.com.br