Durante um período de sete anos nos Estados Unidos, os cirurgiões deixaram para trás 770 objetos

Durante um período de sete anos nos Estados Unidos, os cirurgiões deixaram para trás 770 objetos
Reprodução/ Popular Science

Uma mulher da Austrália foi ao hospital se queixando de dores muito fortes no estômago e, após passar por exames, os médicos descobriram que ela havia engolido um dos fios usados em seu aparelho ortodôntico. As informações são da revista Popular Science.

No início, os médicos realizaram um exame de sangue e verificaram as funções renais e hepáticas, para saber se algum órgão havia sido afetado, mas tudo estava normal. A mulher também não havia operado recentemente, o que descartou o fato de um cirurgião ter esquecido algum objeto dentro da mulher, o que é bem comum.

Um inquérito de 2013, da Comissão Conjunta constatou que, durante um período de sete anos nos Estados Unidos, os cirurgiões deixaram para trás 770 objetos — que vão desde gaze e toalhas a partes quebradas de instrumentos — em pacientes. Os objetos deixados para trás podem muitas vezes causar uma série de problemas de saúde e até a morte.

Menina de 2 anos sofre queimaduras graves no estômago após engolir bateria

Finalmente, após realizar uma tomografia computadorizada, os médicos descobriram que havia um fio metálico cutucando o intestino da mulher. Segundo a Dr. Talia Shepherd, que cuidou do caso, o acontecimento não é comum.

— O caso é único, porque normalmente, se você engolir algo como o fio do aparelho, a pessoa apresenta sintomas mais cedo.

O trato digestivo, da boca até os intestinos tem muitas voltas em que o fio da braçadeira poderia ter ficado preso e começar a causar problemas.

Os médicos removeram cirurgicamente o fio, e agora, a mulher está totalmente bem e recuperada.

Fonte: R7