Categoria: Redes Sociais

Veja quatro dicas para usar bem a 1ª parcela do 13º salário

Primeira parcela do 13º salário é paga até o dia 30 de novembro Getty Images Quem trabalha com carteira assinada deve receber até esta quinta-feira (30) a primeira parcela do 13º salário. O que fazer com este dinheiro extra? A recepcionista Verônica Gomes dos Santos, de 43 anos, já tem a resposta. “Quitar a dívida do cartão de crédito e guardar o resto para uma poupança de emergência”, diz. Recentemente, Verônica ficou um mês sem pagar o cartão de crédito porque teve um imprevisto: a mãe ficou doente, ela precisou comprar remédios e não sobrou dinheiro para pagar a fatura integral do cartão. “Como fiquei sem pagar, o cartão fez um acordo e dividiu em seis vezes a dívida. Mas agora vou aproveitar o 13º para quitar tudo e começar uma poupança, não quero mais ficar sem dinheiro se precisar”, diz. Verônica Gomes vai pagar dívidas Reprodução/Facebook A professora Andrea Piccinin, de 44 anos, ao contrário, sempre foi muito prevenida. Costuma guardar, todo ano, metade do 13º que recebe. Esse ano, porém, não poderá fazer o mesmo. “A situação está mais difícil e vou ter de usar o dinheiro para pagar contas”, diz. Otimismo demais prejudica brasileiro, diz especialista A recepcionista Verônica está fazendo o melhor uso possível do 13º salário, segundo Thiago Alvarez, presidente do GuiaBolso. “A primeira recomendação é pagar dívidas caras, como cartão de crédito e...

Read More

13º salário cai na conta hoje e deve injetar R$ 200 bilhões na economia

salário mínimo, grana, dinheiro – 800 Itaci Batista/13.10.2012/Estadão Conteúdo Os patrões têm até esta quinta-feira (30) para depositar a primeira parcela do 13º salário. No Brasil, cerca de 83,3 milhões de pessoas, entre empregados e segurados do INSS, vão receber o abono de Natal este ano. Ao todo, o salário extra deverá injetar R$ 200,5 bilhões na economia, segundo cálculos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). Em média, os brasileiros vão receber um rendimento extra médio de R$ 2.251. Se a empresa não fizer hoje o depósito do 13º, ela pode ser multada pelos fiscais do Ministério do Trabalho em R$ 178 por funcionário. Uma firma com 150 trabalhadores, por exemplo, pagaria uma multa de R$ 25,5 mil pelo atraso. Em caso de reincidência, ou seja, se já houve atraso de pagamento do abono em outros anos, a multa é aplicada em dobro. A segunda parcela do 13º deve ser paga, no máximo, até o dia 20 de dezembro. Nos últimos quatro anos, por conta da crise econômica e o aumento do desemprego, o número de pessoas que recebem o 13º sofreu uma queda de 1,4 milhão. Eram 84,7 milhões, em 2014, e caiu para 83,3 milhões em 2017 (entenda no quadro abaixo). Desses 83,3 milhões, aproximadamente 48,1 milhões, ou 57,8% do total, são trabalhadores no mercado formal. Entre eles, os empregados domésticos com carteira de trabalho...

Read More

Trinta policiais civis têm prisão preventiva decretada pelo TJ-SP

Trinta policiais civis tiveram a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) nesta quarta-feira (29). Os agentes, que trabalham em delegacias de São José dos Campos, no interior paulista, são acusados de corrupção passiva e facilitação ao tráfico de drogas no município. A denúncia contra os policiais foi apresentada pelo Ministério Público de São Paulo, que havia instaurado um procedimento investigatório criminal (PIC) para apurar a conduta dos agentes. Segundo a investigação do Ministério Público, os policiais recebiam propinas de traficantes. A súmula da sentença que deferiu a prisão preventiva dos policiais informa que foi pedida a expedição de ofício, em caráter de urgência, para a 3º Vara Criminal de São José dos Campos. O órgão, onde tramita a ação penal contra os acusados, deverá expedir os mandados de prisão. O processo corre em segredo de justiça. Fonte:...

Read More

SP aprova lei que facilita notificação de devedor e dá prazo de 20 dias para consumidor quitar dívida antes de ir para o SPC

Proposição agora depende da sanção do governador Alckmin Fábio Mazzitelli/R7 – 07.11.2017 A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou nesta terça-feira (28) o projeto de lei que permite a cobrança de dívidas por meios eletrônicos, como por email e por aplicativos de mensagens tais como o WhatsApp, alterando legislação anterior que previa a obrigatoriedade do aviso de recebimento (AR) assinado pelo devedor para a inclusão de seu nome em cadastros negativos, como o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). Pelo texto aprovado pelos deputados estaduais, a partir do momento em que receber a notificação de cobrança (seja por AR, carta ou meios eletrônicos), o consumidor paulista terá um prazo de 20 dias para quitar a dívida antes de ter o seu nome negativado.   O projeto, de autoria do Executivo, agora depende da sanção do governador Geraldo Alckmin para entrar em vigor. Polêmica, a proposição tramitou por quase um ano na Assembleia e começou a ser votada na semana passada —e só conseguiu maioria para passar em plenário em razão do empenho dos deputados mais fiéis da base do governo estadual (53 dos 94 parlamentares votaram a favor). Os deputados contrários ao projeto afirmam que a aprovação vai afetar o lado mais fraco na relação de consumo, facilitando a vida de credores justamente no momento em que há um alto nível de endividamento das famílias. O deputado Barros Munhoz (PSDB),...

Read More

ANUNCIE AQUI

Fique Informado

Cadastre seu e-mail para para receber do nosso portal notificações de novos materiais.

Participe!

Você está aprovando a administração do prefeito de Mozarlândia nesse 2º Trimestre?

Resultado

Loading ... Loading ...