Categoria: Redes Sociais

STF analisa hoje suspensão do envio de denúncia contra Temer à Câmara

Temer enfrenta segunda denúncia da PGR Shannon Stapleton/19.09.2017/Reuters O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) começa definir, nesta quarta-feira (20), o futuro do presidente da República, Michel Temer (PMDB), alvo de mais uma denúncia do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O peemedebista é suspeito dos crimes de obstrução de justiça e organização criminosa. A primeira pauta da Corte é a análise da suspensão do envio da denúncia para a Câmara dos Deputados, cuja atribuição constitucional é autorizar ou rejeitar uma investigação do Supremo contra o presidente da República.  A questão foi levada ao colegiado após decisão do relator, o ministro Edson Fachin, tomada na última quinta-feira (14). Em condições normais, a denúncia deveria ser enviada automaticamente à Câmara pelo relator, como Fachin fez na ocasião da primeira denúncia, por corrupção passiva.  Porém, desta vez, a defesa de Temer pediu que a denúncia não fosse encaminhada à Câmara antes de o Supremo decidir se a rescisão do acordo de colaboração premiada dos integrantes do grupo J&F invalidaria o caso.  Parte da colaboração feita por Joesley Batista e Ricardo Saud está sendo contestada por omissão de informação e, por isso, Janot pediu rescisão do acordo de delação para o Supremo. Devido à possibilidade de cancelamento do acordo de colaboração da J&F, Fachin mudou o procedimento na nova denúncia contra Temer. Na 2ª denúncia, Fachin quis aguardar decisão da Corte Carlos Moura/14.09.2017/STF No despacho,...

Read More

Comandante do Exército não vai punir o general Mourão

Foi batido o martelo. O comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, disse no programa Conversa com Bial, da TV Globo, que o general Antônio Hamilton Mourão não será punido.Contou que os dois conversaram e que era preciso entender o contexto em que foi feito o discurso.Para Villas Bôas não houve quebra de hierarquia.    Na última sexta-feira, Mourão afirmou, durante um evento em uma loja maçônica, que as Forças Armadas iriam “impor” uma intervenção militar, caso o Judiciário não retirasse da vida pública os elementos envolvidos em corrupção. A fala, como os leitores da coluna acompanharam, causou uma reação forte. Tanto dentro como fora dos quartéis. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, pediu a Villas Bôas uma punição severa para Mourão. O medo de Jungmann era deixar uma porta escancarada para outras manifestações de militares da ativa. Por outro lado, Villas Bôas não queria que uma reprimenda acima do tom pudesse transformar Mourão em herói ou mártir. E foi esse receio que prevaleceu. Villas Bôas também ficou impressionado com o enorme apoio que os colegas de farda deram a Mourão.           Fonte:...

Read More

Como estudar para concurso público de forma efetiva?

Olá, Essa é uma pergunta muito frequente, para quem está de fora parece que fazer concurso é fácil. Mas não é bem assim e quem está estudando sabe muito bem disso. Os concursos mais concorridos têm um alto nível de concorrentes e é necessário muita preparação. Para te ajudar com isso vamos mostrar como estudar para concurso, você vai aprender a forma mais efetiva. Assim que souber o concurso que vai fazer, já pode começar a estudar. Não é necessário esperar o edital sair. Você deve começar a se preparar logo e o quanto antes começar, melhor. Se o edital ainda não saiu, você pode estudar as matérias mais comuns, como matemática e português. Para conseguir passar na prova você precisa estudar de forma efetiva. Existem algumas regrinhas básicas que vão te ajudar bastante. Separamos algumas dicas que vão ajudar muito, por isso veja e saiba o que e como fazer. [ads-mobile] [ads-desktop] [ads-amp] Dicas de como estudar para concurso público [1] Essas dicas que vamos mostrar vão ajudar a dar um norte para você. Dessa forma não vai ficar perdido e sem saber o que fazer quando pegar a apostila para estudar. É importante entender que não basta ter o material de estudo, é necessário mais. Por isso veja as dicas de como estudar para concurso. Defina seus objetivos de estudos Quais são seus objetivos de estudo? Você...

Read More

Prepare-se para o ENEM com aula interdisciplinar de Biologia e Química

Olá, No Exame Nacional do Ensino Médio, as disciplinas são cobradas de forma interdisciplinar. O candidato deve se preparar de maneira que consiga identificar quais disciplinas estão sendo abordadas em cada questão. Isso aumenta ainda mais a importância de um bom conhecimento interdisciplinar. Pensando nisso, o QG do Enem [1] reuniu o professor Pedro Rocha, de Biologia, e Gabriel Cabral, de Química, para dar uma hora de aula sobre: Sistema Endócrino. A aula acontece na terça-feira, dia 19 de setembro, às 20 horas. Esta faz parte do Curso Completo Enem + do QG, mas será aberta para não alunos também assistirem. Confira o calendário de setembro das aulas ao vivo e gratuitas do QG do ENEM: 26/09 às 20h – Aula Matemática do Zero – Analise Combinatória Para já entrarmos no clima da aula, separamos pontos importantes sobre tema: O sistema endócrino se baseia na comunicação entre as glândulas e as células-alvo. Sendo as glândulas endócrinas as que liberam as secreções na corrente sanguínea, e células-alvo as que possuem receptores específicos para o mediador químico em questão. Para estudarmos as glândulas, é importante começarmos indentificando os hormônios e suas composições: Proteicos: Formado por uma sequência de aminoácidos, seus receptores se encontram na membrana plasmáticas das células-alvo. Ex: insulina. Esteroides: Formados a partir do colesterol, são capazes de atravessar a biocamada fosfolipídica das células. No Exame Nacional do Ensino Médio,...

Read More

Escravidão atinge 40 milhões de pessoas no mundo, dizem ONU e OIT

Um total de 40 milhões de pessoas no mundo ainda são vítimas da escravidão, enquanto outras 152 milhões de crianças são obrigadas a trabalhar. Dados divulgados nesta terça-feira pela ONU e pela Organização Internacional do Trabalho revelam que a escravidão moderna é ainda uma realidade. O levantamento aponta que mulheres e meninas são desproporcionalmente afetadas. Elas representam 71% das pessoas em situação de escravidão, quase 29 milhões. Dezesseis milhões de pessoas trabalham em condições de escravidão como domésticas, na construção civil ou na agricultura. Na indústria do sexo, são 5 milhões de vítimas pelo mundo. Outras 4 milhões de pessoas são obrigadas a trabalhar pelas próprias autoridades. No caso das Américas, quase 2 milhões de pessoas ainda seriam vítimas da escravidão moderna. São 24 milhões na Ásia e 9 milhões na África. O que também chama a atenção das autoridades é que uma a cada quatro vítimas da escravidão é menor de idade, cerca de 10 milhões de crianças. Destas, 5,7 milhões ainda são obrigadas a se casar. No que se refere ao trabalho infantil, o principal empregador é a agricultura, onde estão 70% dos menores. No setor de serviços, estão 17% das vítimas. O epicentro do problema do trabalho infantil continua sendo a África, com 72,1 milhões de pessoas. Na Ásia, são 62 milhões, contra 10,7 milhões nas Américas. Forçado Outro fator considerado pela ONU é o número...

Read More

ANUNCIE AQUI

Fique Informado

Cadastre seu e-mail para para receber do nosso portal notificações de novos materiais.

Participe!

Você está aprovando a administração do prefeito de Mozarlândia nesse 2º Trimestre?

Resultado

Loading ... Loading ...