Categoria: Redes Sociais

Mudanças no trabalho: patrão não pode impor almoço de 30 minutos

Reforma permite fracionar o intervalo de almoço Reprodução/Youtube A reforma nas regras trabalhistas, que entrou em vigor no dia 11 de novembro, permite a redução do tempo de almoço de uma hora para 30 minutos. Essa alteração, porém, não pode ser uma imposição da empresa nem pode ser implementada por iniciativa do trabalhador. A mudança depende de negociação entre sindicato e patrão. Segundo o advogado Fabio Rapp, especialista em direito trabalhista e professor do CPJur (Centro Preparatório Jurídico), a decisão de mexer no horário de almoço deve ser negociada. — A lei fala em acordo, logo só vale quando ambos quiserem. A mudança também pode ser feita por convenção coletiva do sindicato ou por negociação coletiva, feita por dois ou mais sindicatos, mas nunca exclusivamente por decisão da unilateral da empresa.  O empregado que aceitar a alteração no intervalo de almoço de uma hora para 30 minutos poderá sair meia hora mais cedo do trabalho.  Ainda segundo a reforma, a mudança no tempo de almoço só pode ser feita quando a jornada diária for superior a seis horas. Antes da reforma, o intervalo mínimo era de uma hora. “Só vale quando ambos quiserem” Fabio Rapp, advogado A nova lei também estabelece a possibilidade de negociação direta, sem interferência do sindicato, para um intervalo de almoço inferior a uma hora. Só que isso só pode ser feito por trabalhadores com...

Read More

Cansou das redes sociais? Aprenda a deletar suas contas online

Está com excesso de contas? Aprenda a deletar todas delas Reprodução/Twitter/@aenoveles Contas em grandes serviços são o equivalente aos nossos documentos de identficação online. Com elas é possível logar em diversos sites, ter acesso aos feeds de notícia, amigos, serviços de backup, upload de fotos e vários outros. Mas em algum momento você pode cansar deles, enfrentar problemas ou simplesmente decidir apagar sua vida online. Essa é uma grande decisão, então pense bem antes de dar o próximo passo. Já pensou? Então vamos ao principal: como se livrar de suas contas do Facebook, Twitter, Instagram, Google, WhatsApp e Tumblr. Reprodução Facebook O Facebook permite aos usuários um controle completo sobre seus perfis e como a informação é compartilhada, mas é necessário fuçar bastante as configurações para conseguir deixar as coisas como você deseja. Há várias formas de proteger suas informações na rede social. Você pode desativar sua conta, apagá-la ou, de forma menos radical, ajustar suas configurações de privacidade. Um primeiro passo menos definitivo é desativar sua conta. A desativação não apaga suas informações pessoais para sempre. Ao desativá-la, você fica invisível para os outros usuários, que não poderão acessar seu perfil. Mas o Facebook salva suas informações, caso queira reativar seu perfil no futuro. Suas fotos, amigos, listas de interesses, jogos e outras preferências são automaticamente restaurados para que sua conte volte ao que era antes. Para desativar,...

Read More

Família acusa plano de saúde por não bancar terapia de bebê especial

Liminar é de 30/10/2017 Raphael Hakime/ R7 – 23.11.2017 Pietro Galvão dos Santos tem apenas 1 ano de idade, mas já está acostumado a enfrentar uma série de dificuldades por causa da uma parada cardiorrespiratória que sofreu aos 5 meses de vida. Pietro tem plano de saúde da empresa Ameplan, mas a mãe, Viviane Galvão de Almeida Santos, e a tia Patrícia Galvão de Almeida Santos, afirmam que a empresa não cumpre com obrigações legais, garantidas por liminar judicial do dia 30 de outubro deste ano. A criança precisa de aparelhos para se alimentar e para respirar e, por isso, depende do tratamento custeado pelo convênio médico. Além dos aparelhos, Pietro requer terapias diárias com fonoaudiólogos e fisioterapeutas. Para ir até eles, o menino precisa de uma ambulância especial para levá-lo e buscá-lo. Em casa, os pais e familiares estão acostumados a cuidar do garoto, mas aceitaram a ajuda de uma auxiliar de home care para as tarefas do dia a dia. A família de Pietro conta que começou a desconfiar de uma delas e instalaram uma câmera. Descobriram que a mulher dava mais medicamentos do que o prescrito e que ela agrediu o bebê, o que causou complicações na saúde da criança. A família prestou queixa na delegacia e registrou um boletim de ocorrência contra a auxiliar que agrediu o bebê. No entanto, não levaram Pietro para realizar o...

Read More

ANUNCIE AQUI

Fique Informado

Cadastre seu e-mail para para receber do nosso portal notificações de novos materiais.

Participe!

Você está aprovando a administração do prefeito de Mozarlândia nesse 2º Trimestre?

Resultado

Loading ... Loading ...