Para Bill Gates as pessoas devem direcionar talento ciências
Stephen Brashear/Getty Images News

Em uma entrevista à rede CNBC, um dos fundadores da Microsoft, Bill Gates, ao lado da mulher Melinda Gates, apontou quais são, na opinião dele, as profissões do futuro.

Para o segundo homem mais rico do mundo, quem puder deve direcionar seu talento para a área de tecnologia e programação, ciências e biologia e também para pesquisas no setor de energia terá boas chances de sucesso.

“A área de tecnologia avança rapidamente e não podemos sequer saber quais serão as posições que precisaremos daqui há cinco anos e simplesmente porque elas ainda não foram descobertas”, diz o gerente da Page Personnel, do grupo Michael Page, Renato Trindade. “No Brasil, especificamente, há escassez de profissionais qualificados, sem a formação acadêmica necessária.”

Na visão de Trindade, uma das áreas que tendem a ampliar o número de vagas está ligada à cibersegurança. Com o aumento das compras online e, principalmente, com o avanço das operações em bitcoins, será preciso investir em armazenamento de dados e rastreamento.

“Também estamos vendo o crescimento de pesquisa em inteligência artificial e em internet das coisas. Num futuro próximo teremos carros autônomos e eletrodomésticos que serão controlados via internet, precisamos garantir que sejam seguros, que não sofram ataques de hackers, por exemplo. ”

Para o gerente de gestão da Catho, a tecnologia é uma realidade. “O mercado de programação não viu a crise, é uma área muito aquecida, com uma mobilidade grande de pessoas uma vez que vivemos em uma economia global. ”

A tecnologia, na visão dos consultores, é a base para todas as áreas citadas por Gates. “Há um investimento muito grande em tecnologia para o desenvolvimento de energia limpa. Creio que teremos muitas oportunidades e um crescimento grande deste setor”, diz Testa. “O Brasil tem um potencial enorme para crescer em soluções em energia eólica, solar e a própria cana-de-açúcar. ”

Trindade aposta na união entre a nano tecnologia e a biologia. “A pesquisa avançada permitirá implantes de chips e a genética são usadas para o controle e prevenção de doenças antes mesmo que elas venham se manifestar nas pessoas. ”

Com o envelhecimento da população, as áreas ligadas a saúde e bem-estar devem ampliar o número de vagas de empregos. “Apesar da crise, o ramo farmacêutico tem crescido. Outra vertente que já é uma realidade é o agronegócio, setor que mais cresce no Brasil”, observa Testa. A biotecnologia a serviço do campo e a logística para escoar a produção são áreas promissoras.

Fonte: R7